“Mataram minha mãe” na minha primeira semana de dieta: saiba dos motivos que podem te afastar dos seus objetivos em eliminar peso

vistephan

vistephan

Especialista em PODER PESSOAL, com 15 anos de estudos aprofundados na área do desenvolvimento humano com os maiores especialistas nacionais e internacionais.

Gente, preciso compartilhar com vocês uma experiência que foi muito enriquecedora para a minha vida e que pode ajudar você que está iniciando uma dieta.

Nossa ligação com a comida é repleta de afeto. Gostamos do bolo da vó, da batata frita da mãe e assim vai, mas o objetivo deste post é de lhe ENCORAJAR, para que você continue com o foco na sua saúde, se priorize e quando puder você come um mimo com satisfação e sem culpa.

Mas voltando aqui ao meu caso, venho já a algum tempo procurando ajuda de especialistas para amenizar os sintomas da minha Rinite.

Em tempos de inverno, a bichinha chega e dá um certo trabalhinho. Deixa-me toda congestionada, com falta de ar, com aquela coceira nos olhos e no nariz, coriza, etc. Quem tem sabe o quanto isso dá um certo desconforto!

Fiz algumas consultas em especialidades como alergista, imunologista, otorrino, nutricionista, nutrólogo, a fim de tentar encontrar uma possível solução para meu caso.

Há três anos venho nestas tentativas frustrantes e nada de resolver ou, pelo menos, amenizar.

Tomei até injeção semanal para a imunidade. Cansada de sofrer, pensei em procurar uma nutricionista, para evitar alimentos que causam inflamações, etc.

Cheguei toda empolgada para a consulta. A Nutri, para os íntimos, me pediu que retirasse o glúten, açúcar e lactose.

Como já tenho um sangue meio docinho, o açúcar já não faz muito parte da minha vida.

Voltei super feliz para casa, e como sou muito determinada, comecei de cara minha dieta.

Confesso que toda vez que abria a geladeira da minha casa, dentre tudo o que existia dentro dela, meu foco era apenas para os queijos.

Minha família me apoiou, mas diziam “ deve ser difícil esta vida, não”! Eu, firme, dizia: “com o tempo vou me acostumar.

Passaram-se uma semana da dieta, eu abria os armários da minha casa e não via mais comida dentro dele, nem, tampouco, dentro da geladeira.

Mas, como disse, sou muito firme, continuei a dieta. Depois de 2 semanas comecei a perceber que estava mais triste, ainda pensei:” não tá acontecendo nada, que estranho!”

Depois de 15 dias, a nutricionista fez contato e perguntou como eu estava. Gente, foi espontâneo. Eu disse “acabou a comida do mundo”, e ela respondeu: “ não, tem muitaaaa comida no mundo!”

Mas, para mim, eu estava me sentindo desamparada, tive que romper com os pães da padaria que amava e, o pior, comecei a acreditar que não tinha mais mãe. A memória afetiva materna implícita no leite estava se degradando, “ era como se tivessem retirado a minha mãe a força da minha vida, uma sensação de que minha mãe não existia mais”. Senti um luto, que coisa triste!

Existem  sentimentos tão profundos no nosso inconsciente, que, simbolicamente era como se eu tivesse perdido minha mãe e como foi a nutricionista quem a matou, só me restava ficar com raiva dela.

Foi muito infantil esta atitude da minha parte e, quando reconheci isso, me deu um pouquinho de vergonha, mas ok. Foi boa a vergonha porque me deu senso de realidade, e continuei com as restrições, ou melhor, com as novas possibilidades de me alimentar.

Nunca na minha vida fora sido submetida `a dieta e agora entendo os motivos porque muitas pessoas deixam de segui-las.

Hoje estou mais adaptada, vejo outras possibilidades de pratos e fico feliz porque esta experiência me trouxe o gosto por cozinhar.

No supermercado, não me sinto tão limitada mais nas compras. O importante é saber que existem novas possibilidades, novas delícias para se fazer e comer com prazer.

Agora, quando saio de casa, sei que, em determinados lugares, vou precisar levar meus lanchinhos, mas tudo bem, me divirto de qualquer maneira.

Portanto, não foque em suas perdas e sim nos seus ganhos. Eliminando o que é necessário temporariamente da nossa vida, ganhamos mais saúde e isso não tem preço! To torcendo por você!!!!

Good vibes,

Veja mais artigos

Doze Chakras
Artigos
vistephan

Os Doze Chakras

Quando nós fazemos nossa conexão através de meditação e mantras podemos ativar nossos centros de energia espalhados dentro e fora do nosso corpo. Esses pontos

Leia mais »
capa-ativacoes

Descubra Nesse Livro Digital Gratuito Como Usar A Poderosa Técnica "PAM" Para Acelerar 4x Mais A Realização dos Seus Desejos

Faça o download gratuito agora!

Preencha os campos abaixo